Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

Bamos lá começar...

Qual personagem digna de um romance de Eça de Queirós, também a minha "Tonice" actual é senão originada por precedentes relativos à minha hereditariedade, à minha educação e ao meio social onde estou integrado. Passo a explicar. A tonice surge um pouco por toda a minha família, desde primas que entram em estado de choque real por ouvir estalar dedos a primos que quando estão bêbados se tentam atirar para o rio e que quando os salvamos nos acusam de os tentarmos matar, a irmãos que "Kitam" renault's 5 Loreat... Há-de tudo um pouco nesta família de Tonis... Para além disso há-de ter em conta a cambada de Tonis e Jorges (aqui a instruir-vos em mais um sentido pejorativo de outro nome) que me acompanharam ao longo da minha vida escolar... Desde pessoal que pensa que é o son goku e que quando o agarram começa aos berros a tentar evoluir para super sayan, a raparigas que se mijam dentro da sala (uma jorgette neste caso, ou uma Tonita se kiserem), a Malucos que dentro de uma Universidade tentam fazer BodyBoard com uma mala vazia no chão duro e frio... Para culminar bem... é com estes TONIS todos já atrás referidos que eu convivo todos os dias! Tonis que enquanto putos, fazem bebidas de lama, folhas e formigas e as bebem... Ou que enquanto adolescentes vomitam em pé, e nos dão fintas com os olhos que nenhum computador pode simular...
Assim é mais do que normal que eu seja como sou... e para vos provar tudo isto aqui vai uma das primeiras histórias que me lembro e que perfeitamente comprovam o Toni que eu sou.
Certo dia, nos dourados dias da minha infância (e de todos essencialmente), onde nós somente comemos, cagamos, brincamos e dormimos, numa idade que rondava os três anos, decidi embarcar numa das maiores aventuras da minha vida: descer as escadas do primeiro andar para a cave! Bem isto visto assim, não é nada de especial, mas agora imaginem que eu o decidi fazer enquanto conduzia o meu belo triciclo azul metalizado da marca Chico, com umas jantes de 5 polegadas da: Chico, e manete de mudanças fixa também da Chico, essencialmente o topo de gama no que toca a Kitansos de Triciclos. Para além disto não há muito mais a contar, eu desci as escadas, quer dizer, o primeiro degrau... A partir daí rebolei por elas abaixo... Digamos que quando acordei dei por mim de cabeça para baixo com o meu belo triciclo a brilhar com a luz do candeiro que me ofuscava a vista, e com duas pequeníssimas estruturas de cor branca esmalte à minha frente, que, para quem não percebeu eram os meus incisivos....

E pronto... Por hoje é tudo, amanhã voltarei com as minhas crónicas, a ver se hoje aparece cá alguém perdido que não seja um meu conhecido....
publicado por Toni, o Primeiro às 17:26

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Regresso ao Presente!

. Mais uma das minhas teori...

. Mais uma das minhas teori...

. 1 Ano de Crónicas... Estú...

. O Toni Strikes Back!

. Long time no see...

. O que Elas querem ... (LI...

. O belo do dia das mentira...

. Dia dos Namorados ou Dia ...

. Quando eu era pequenino …

.arquivos

. Julho 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds