Quinta-feira, 30 de Setembro de 2004

Injustiças à parte...

O sexo feminino está constantemente a queixar-se das injustiças do mundo, e do Machismo que há e não sei quê, mas nós homens não temos culpa de sermos o sexo (e não, não vou dizer forte) bruto, e que através da violência as mantivemos durante milénios abaixo de cão, NÓS NÃO TEMOS CULPA DA NATUREZA SER COMO SER. E depois há aquela desculpa "ah um rapaz anda com várias raparigas é um herói, uma rapariga anda com vários rapazes é Puta!", pois agora vou-vos deixar uma lista de algumas situações em que nós hOMENS é que somos injustiçados:

Duas Raparigas comem-se são as maiores, dois rapazes comem-se são gays.
Duas raparigas entram juntas numa discoteca, é normal, se dois rapazes conseguem entrar juntos numa discoteca é porque são gays.
Uma rapariga que dança bem e mexe a peida que é uma coisa doida é a melhor gaja da noite, um rapaz que faça o mesmo é gay.
Uma rapariga que gosta de se masturbar é a heroína do pessoal, um rapaz que faça o mesmo é mais um para a lista.
Uma rapariga bisexual é o desejo de qualquer homem (os outros não são homens, aquilo é mais para o bichos mesmo), um rapaz bisexual é gay.
Uma rapariga que é cabeleireira é normal, um rapaz cabeleireiro é gay.
Uma rapariga que tenha um diário é normal, um rapaz que tenha diário é gay.
Uma rapariga que se vende na rua é prostituta, um rapaz que se venda na rua é gay.
Uma rapariga que chora porque foi violada por um homem é um caso sério, um rapaz que chora porque foi violado por uma mulher é gay.
Uma rapariga que diga que outra rapariga é gira é normalíssimo, um rapaz que diga que outro rapaz é giro é gay.
Uma rapariga cuja cor preferida seja cor-de-rosa é pita mas normal, um rapaz com os mesmos gostos é obviamente GAY!
Uma rapariga que anda no Ballet é engraçado, um rapaz que anda no Ballet é gay.
Uma rapariga muito romântica é o pão de cada dia, um rapaz muito romântico é gay.
Se duas raparigas andarem à fight de lingerie preta pára a escola toda para ver, bla bla bla são Gays.
Uma rapariga medrosa é uma coisa normal, um rapaz medroso é gay.
Se uma rapariga se recusa a fazer algo de temerário é normal porque as míudas são medrosas, se um rapaz não o fizer é gay.

Como dá para ver não são só vocês que sofrem injustiças quando tentam fazer coisas de homens como trabalhar, jogar futebol, ver televisão, escrever blogs, nós também somos injustiçados quando tentamos fazer coisas de gajas... LOOOOL estava só a brincar ok? não me matem se faz favor que eu gosto muuuuito de meninas, de preferência "roliças e que possa apalpá-las bem" (mais um louvor ao imensamente grande GATO FEDORENTO, programa inspirador que nas horas necessárias consegue elevar o meu grau esponencial de criação ao seu clímax para escrever merdas destas...)

P.S. - ALELUIA CONSEGUI FAZER UM ARTIGO COM UM TAMANHO DECENTE DASSS!
publicado por Toni, o Primeiro às 17:53

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 29 de Setembro de 2004

Ode aos Professores Tonis...

Já levei demasiado na cabeça por andar atrasado aqui nos artigos, infelizmente não é levar na cabeça por mails ou comentários, é literalmente porque por enquanto as únicas pessoas que lêem isto são meus conhecidos ou amigos, por isso dá para perceber... Assim vou tentar escrever uns quantos artigos hoje e nestes quatro fabulosos dias de ociosidade imensa onde um pouco por todo o país se vai treinando a fabulosa arte de fazer nenhum (que por acaso requere realmente um pouco de técnica e talento, tipo como ver televisão, falar no messenger, comer um bolo e beber um sumo tudo ao mesmo tempo só com dois braços...). Assim para o dia de hoje decidi-me por escrever sobre todos os professores Tonis que já tive, e as suas pancadas, o que sinceramente engloba quase todos visto que todos os professores têm a sua pancada própria... Sinceramente acho que o mais dificil vai ser escolher por onde começar... Acho que devo começar na pré-primária (sim porque eu sou dos tonis que já andam nesta porcaria do Sistema Educacional quase desde que nasceu). Bem uma das coisas que foi má para mim na Pré-Primária, nem foi tanto a professora, mas mais as actividades que ela preparava. Primeiro um dia
deu-lhe uma pancadita e decidiu levar 5 gatos para o meio de nós, putos de 3 anos: Grande Erro. Primeiro devido aos gatos que quase de certeza devem ter ficado com um trauma qualquer visto que nós, putos, ainda tínhamos aquela estúpida ideia de que tudo o que tem pêlo e é fofinho é um peluche. Segundo, os gatos não ficam quietos como os peluches, ou seja, corridas pela sala toda, brinquedos pelo ar, e muitos arranhões e mordidelas dos gatos retribuídas com o lançamento de carros e alguns pontapés pelo meio. Em resumo, um dia excepcional para qualquer criança de 3 anos, não fosse essa "visita" me ter causado uma enorme alergia aos gatos que ainda hoje tenho. Mas a pré-primária e a "pequena" infÂncia é uma altura extremamente cómica, porque qualquer coisa que tu faças fora do normal é quase um milagre, ou como se o benfica ganhasse o campeonato (o que não é muito diferente da primeira hipótese infelizmente...). Lembro-me de terem ensinado em casa algumas palavras simples em inglês,(acho que foram chair, table, photo e teacher, já nesses tempos era graxista dasss!) e ter começado a usar esse vocabulário apontando para os objectos, pronto, festa no colégio... chamou-se logo as professoras todas para ver o menino a dizer umas palavritas em inglÊs, oh que caralho, é que se eu ainda dissesse umas palavras de jeito tipo, "hey there baby... wanna get wild with me?" assim está bem, podiam fazer uma festa comigo, agora assim... Que tonice. Também me lembro de termos feito uma viagenzita de barco, onde eu, para variar, tive azar e levei com o remo no alto da pinha e caí à água... felizmente dessa vez agarrei-me a um colega e não caí sozinho (eras mais esperto naquela altura k agora!). Depois veio a primária, aquela estúpida altura, mas extremamente útil (ou não), em que aprendemos a ler e decoramos a tabuada (a inutilidade vem daqui... ALÔ SERÁ QUE NINGUÉM OUVIU FALAR DE MÁQUINAS DE CALCULAR???). Foram tempos engraçados, mas por acaso a minha professora da primária não tinha grande pancada... Que eu me lembre, infelizmente, não tenho nada a contar sobre ela, mas não desesperem porque há sempre os professores de música e de Educação Física. Com estes professores pode-se sempre contar para rir à parva e no meu caso também. O meu professor de educação física tinha um nome muito original e o qual era completamente oposto ao físico que ele tinha: chamava-se Manel e era gordo que nem cornos... (para quem não percbeu eu estava a ser irónico anteriormente, só para confirmar...) Era bastante engraçado, porque na sua pose de professor de educação física agarrado a um pacote de bolachas e com um apito que nem sequer lhe chegava ao peito, tal não era o porte do bicho, dizia frases como "ò toni (dirigindo-se a mim, dei-me ao desplante de mudar o meu nome para o meu alter-ego cibernético, sebem que mais de metade das pessoas que lê isto sabe que sou eu que o escrevo mas é na boa....) estás a correr muito lentamente, acho que tens de emagrecer uns quilitos...", ou "Chiça, (tentem imaginar a maneira mais brejeira de dizer isto e multipliquem por 100, devem ficar com uma ideia de como isto nos soava extremamente estupido já na nossa tenra idade) aquele rapaz corre ou rebola?". Digamos que infelizmente nunca ninguém lhe deve ter dito para se olhar ao espelho de vez em quando... Já os meus professores de música, que foram dois, eram igualmente cómicos. O primeiro foi uma professora, da qual já nem me lembro o nome, e que usava sempre calças larguíssimas presas em botas de cano alto e andava sempre dobrada quer a nível das pernas ou das costas, como se... como se... pronto... desejasse que a alegrassem por entre os glúteos (quem não conhece este vocábulo procure no dicionário ou num livro de anatomia, visto que é essencial a qualquer jovem... depois perceberão porquê). Tinha também a enorme pancada de andar com a mão semi-fechada para cima e para baixo ao ritmo da música... (nem vou comentar esta....) Já o outro professor de música, era o meu professor de guitarra (sim porque o Toni teve instrução musical) , e fazia os testes de música com a guitarra, em que pedia para dizermos qual era a nota que ele tocava e cenas assim... Digamos de passagem que as notas do pessoal que andava na guitarra eram sempre excelentes... Depois veio a viagem de 4º ano, durante um dia, e o que é que aconteceu, o que foi? Os tonis todos encontraram um tronco e decidiram fazer uma competição, para avaliar quem se aguentava mais tempo em cima do tronco, em pé claro, sem cair... Quem é que ganhou? O Toni. O que é que lhe aconteceu? Levou-se Às ultimas caiu e partiu o braço hã que bom não é....

Sai-se da Primária e vem...... uma merda qualquer que eu nunca sei o nome e que vai até ao sexto e depois do sétimo até ao nono. Durante esse tempo pude presenciar bastantes brolhices de stores as quais vou de uma maneira sucinta e objectiva tentar nomear porque quero despachar o artigo (ainda tenho uns 3 para escrever!). Desde professoras que levam a casa toda atrás em saquinhos e saquetas para as aulas de E.V.T. a professores de Educação Física que se metem com as alunas e as apalpam, passando por professores de música que nos deixam fazer testes de flauta a tocar com o nariz (GRANDE TESTE ESSE :D nota máxima para os dois brolhos que o fizeram incluindo eu claro), e professoras de E.V. que quase se "orgasmam" com um desenho livre, ou ainda professoras de Físico-Química que não sabem explicar o porquê de um navio de Aço flutuar na água e um pedaço de aço maciço não o fazer (verídico... como é que a educação não há-de estar como está!), eu tive um pouco de tudo mas quero destacar um professor pela sua simpatia e Tonice exímia e original: o Stôr César. Todos os Tonis que andaram no meu colégio conhecem o Engenheiro César, este homem de genialidade comprovada, conhecedor de várias matérias, seria sem dúvida o recordista mundial da Tonice Educadora, se tal título existisse no Guiness. Este professor, não só falava com uma pronuncia inimitável, como tinha expressões famosíssimas tais como: "Ora toca lá a fazinhar o teste", "Erm, Boshê (atenção isto é Você mas eu quero-vos dar uma pequena noção da sua pronúncia), não está nos conformes", "Ando à caça do leão que não trabalha" (esta frase era dita duma maneira que é dificil de descrever, mas imaginem que o ritmo do pêndulo de um relógio, muito lento, agora digam a frase de acordo com o seu ritmo assim: Ando à caça do leããããããooooo (prolonga-se esta parte dizendo o que está antes rápido), que nãããooo, trabaaalha. uma coisa assim), cantando "Bom dia Senhorito Senhorita." ou mesmo "ponha-se no outside" ou "a porta da rua (abrindo-a) está sempre aberta (fechando-a)". Este stôr era um must no que toca à tonice. Depois veio o Secundário onde me deparei com professoras de matemática surdas, professoras de inglês gordas que nem vacas e com cara de camarão (Sim os bigodes deles também!) ou magras que nem tábuas de engomar (no sentido lato) mas que surpreendentemente tinham um conhecimento superior de certas coisas que por vezes só nós sabíamos. Professoras de TLB que choraram quando descobriram dois relatórios iguais, professores de português meio abixanados (Desculpem lá mas era verdade.... até pedia fotos aos alunos!), stôras de filosofia que ficam com azia quando recorrendo ao regulamento interno nos conseguimos safar de culpas, stôres de CTV que davam aulas de curiosidades e falavam das suas viagens à rússia, STÔRAS DE BIOLOGIA CUJOS DENTES DÃO PA SACAR CARICAS DAS GARRAFAS E QUE USAM OS CINTOS QUASE NO PESCOÇO, STÔRAS DE QUÍMICA QUE APESAR DE BOAS (há que ser dito) TÊM MAIS AZIA DO QUE QUALQUER ALUNO. E pronto está aqui uma lista, não extensiva porque falta muita coisa, dos stôres Tonis que passaram pela minha vida até agora...
publicado por Toni, o Primeiro às 18:28

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 28 de Setembro de 2004

Mais um vocábulo...

Mais um artigo (e segundo o que me informaram ontem esqueci-me de escrever um deles... mas esperem lá o BLOG é de quem? meu ou vosso?? quem sabe se falta um artigo ou não sou eu! ai a merda! É que por acaso nã... ok falta um... mas eu hei-de compensar.... talvez...), mas hoje é capaz de ser um pouco mais pequeno uma vez que é assim uma beka pa despachar mas cumprir a minha obrigação de Toni Blogueiro e trabalhador que coloca artigos numa base diária. O novo vocábulo que vou introduzir, e cujo significado prontamente irei explicar para vosso deleite e instrução (uma merda... que ninguém liga aos ensinamentos dos Tonis) é AZIA. Para quem está a ler isto pela primeira vez, sim porque eu sou um gajo esperançoso na juventude deste país (mas pera aí.. Juventude? Mas k caralho é que isso tem a ver com primeiras vezes? aaahhhh pois ok... tens razão...), deve tar a pensar "Ó toni, mas eu já sei o que significa Azia! É aquilo que nós sentimos quando comemos cenas fritas ou abusadamente condimentadas em grandes quantidades que nos fazem ficar escarrapachados no sofá todos abrasados e necessitados de uma bela quantidade de Rennies ou Tums" (comprimidos para a azia, para quem não sabia). MAL, azia não tem nada a ver com isso, quer dizer, ter tem, mas não na Linguagem Toni. Azia é na realidade um conceito que nós Tonis usamos tanto, que agora custa explicar realmente o sentido e as situações correctas em que este termo pode ser usado, para que sejam bons Tonis e não Tonis de merda. Como qualquer bom Professor de uma disciplina (Sim porque Tonice é algo tão ou mais dificil que matemática, por isso é que grandes Tonis há poucos), vou começar por explicar as origens etimológicas do termo azia... Pronto entusiasmei-me não faço a mínima ideia dessa merda, mas posso-vos dizer as origens geográficas e contar-vos um pouco da história do surgimento deste vocábulo. A azia surgiu na zona de Almada, mais propriamente no interior do Pavilhão Gimnodesportivo do Almada Atlético Clube, vindo da boca de uma personagem (e denotem o aspecto insultuoso da palavra personagem) tão grande cujo nome só amplifica ainda mais essa "personificação": Mami. O Mami é um puto de 14 anos (acho eu...) e usando os termos leigos todos, monhé, brolho e sopinha de massa. Estranhamente tal espectacularidade de palavra conseguiu sair de uma boca que fala "Ashxim" e na sua maneira "singular" a "Ashxia" nasceu. Infelizmente um interrogatório profundo nunca foi feito para avaliar se o Mami queria mesmo dizer aquela palavra ou se não sabia dizer Ásia, pelo que tal facto nunca se poderá saber. Passando ao significado da Palavra em si, ela é utilizada em multiplas situações que em geral envolvem sentimentos como frustração, raiva, ou o fenómeno de crescimento de trombas. Assim vou passar a deixar alguns exemplos. "Ah veio um gajo e disse não sei quê, vem outro e diz não sei que mais, mas em que é que ficamos afinal?" este indivíduo está claramente com Azia, uma vez que não consegue compreender em qual das opiniões deve confiar (nós nem percebemos as opiniões pelo que a nossa azia é redobrada!). "Marido - Ah tava a chegar a casa e apanhei a minha maria a rir-se às varas verdes na cama. Quando lá cheguei fechou a porta do armário e voltou para a cama ao que lhe perguntei de que é que te estavas a rir? E ela respondeu, de nada. Fiquei frustrado porque gostava de me rir também. Amigo - Não te amofines, não tinha assim tanta piada." O marido irá ficar claramente com uma azia do tamanho do mundo após perceber o que aquela resposta indica, o que pelos meus cálculos, e deduzindo que ele é português e vive numa comunidade que usa o verbo amofinar, deve ser cerca de 3 dias depois. Outra situação esta muito comum: " Amigo1 - Ah sabes no noutro dia estava a correr e encontrei um cão que começou a correr ao meu lado, tal não foi o meu espanto quando o cão pára e correndo para o mercado desata a roubar fruta, mais propriamente KUNAMI, ao que o Vendedor grita: Estão a roubar o meu Kunami Frexxkiiiinho! KUNAMI.... (pausa e gesticulação intensa) com Kapa! Amigo 2 - "Desculpa lá... mas eu perguntei-te alguma coisa?". Aqui podemos encontrar 3 possíveis azias, a do Brolho do vendedor, a do estúpido que contou aquela merda de história e ainda a do gajo que mandou a dica, que ou estava com uma grande azia, ou então estava mesmo com vontade de foder o outro. Por fim deixo um último exemplo de azia, este conhecido de certeza por todos os rapazes " Gajo - Olha esse lugar está ocupado?" Boa - "Não, mas se te sentares este também vai estar!" Acho que este exemplo não precisa de explicação...
publicado por Toni, o Primeiro às 23:27

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 27 de Setembro de 2004

Sobre a cambada de brolhos que está na televisão...

Eh pah frustra-me sinceramente ver televisão a certas horas, porque com tanto programa potuguês que se faz não há um que seja de jeito, e é uma merda ter de constantemente recorrer aos canais estrangeiros! Será que ainda não perceberam que há pessoas com menos de 65 ANOS QUE VÊM TELEVISÃO DE TARDE! Ó QUE CARALHO! Eu não quero ver o "às duas por três" de tarde, aliás essa é a ultima coisa que eu quero ver! Muito menos quero ver a merda de uma telenovela da chacha muito provavelmente mexicana que dá na 1 ou com alguns 15 anos de idade! Será que ninguém precebe que em vez de introduzirem canais estrangeiros na tvcabo era bem melhor que melhorassem os nossos? É que nem com os horários se safam porra! Passar séries que são de horário nobre e que recebem emmy's à meia noite é uma bela estupidez! E cancelar séries porque elas não têm audiências quando as exibem Às 3 da manhã é ainda pior! Se querem ter audiências muito altas como as dos canais americanos, ESQUEÇAM não há tanta gente em POrtugal! Mas se querem aumentar as vossas audiências é bom que não só escolham bem os programas como os coloquem a horas decentes! E será que ninguém percebe que sem evolução e originalidade não conseguem nada? O HERMAN JÁ TÁ VELHO! PERDEU A PIADA! PASSEM À FRENTE! METAM O BRUNO NOGUEIRA OU NILTON A FAZER UM PROGRAMA! E OS REALITY SHOWS JÁ ERAM PASSEM À FRENTE! PARA CONSEGUIREM VINCAR COM UM REALITY SHOW TÊM DE USAR UM MUITO ORIGINAL, COMO O SURVIVOR OU UMA CENA ASSIM DO GÉNERO! NÃO É COM A MERDA DA QUINTA DOS FAMOSOS QUE SE VÃO SAFAR!!!!!! E já alguém reparou na grande brolhice que existe nesta televisão portuguesa em que no melhor dia no melhor horário ninguém passa nada, absolutamente nada, de jeito? Que é feito dos programas de ouro do sábado à noite?? Será que está tudo estúpido e não percebe que é essa a única noite da semana em que toda a gente se deita mais tarde pois a manhã seguinte é a única, repito a única onde a grande maioria das pessoas não trabalham??? Eh pah eu às vezes tenho saudades da televisão portuguesa do antigamente! EU ainda sou do tempo onde todo o sábado e domingo à tarde dava um episódio de uma grande série na Televisão! Stargate, Buffy (grande em vários sentidos, então se pensarmos em marmelos UI UI), Xena qualquer coisa! Era bom! Mas não me venham cá com o inspector Max! Que até a versão alemã do Rex o cão polícia é melhor! Eu também sou do tempo em que se preocupavam com os adolescentes e dando desenhos animados de jeito punham uma gaja boa aos saltos e de mini-saia a cantar musicas com letras "Ah Ah Ah" ! Que é feito dos bons horários matinais para os melhores desenhos animados? E não falo de Pokemon ou Power Ranger! Falo de fenómenos gigantescos como Neon Genesis Evangelion, RuRouni Kenshin (conhecido como Samurai X), Tenchi Muyo e até Dragon Ball (nos tempos de ouro desta série... não agora!). Todas estas séries eram excelentes e faziam muito boa criança e adolescente ficar colado à televisão manhãs e manhãs sem fio! Bons Tempos.... Depois veio a salvadora Sic Radical que começando com tudo (talvez com demais) depressa se desmoronou.... Com um Curto Circuito 5 estrelas, séries de Anime 5 vezes por semana (já perceberam que sou maluco por anime, que para quem não sabe são todos os desenhos animados Japoneses), boas séries, grandes comédias, Tinha tudo... Agora pouco sobra... E até a Sic Radical se vê a exibir os mais incorrectamente escolhidos programas, entre eles refiro, "Dragon Ball Z" (eh pah isso passou durante 1 ano e meio na sic Gold! quem queria matar saudades matou! se em vez disso passassem os cavaleiros do zodíaco que também la passaram mas por pouco tempo e os quais não terminaram, e se os conseguissem em Japonês aí é que era de Homem...), "Metrosexual como eu" que merda de série é esta!!!!! Passem caminhos misteriosos, passem as novas séries do Stargate ou do Popular, grandes séries que tinham e que desaparaceram! Eh pah e metam Anime de Jeito na TV E NÃO TRADUZAM SE FAZ FAVOR! se precisam de ajuda na escolha falem connosco os espectadores sobre isso! Eh pah digo-vos a sério se não fossem canais como o AXN, a Cartoon Network, os dois Lusomundos, a MTV e até às vezes o discovery e o História isto tava tudo fodido! Já agora... NINGUÉM VÊ O SMSTV NEM O CANAL SAÚDE E É MESMO PRECISO TER 3 CANAIS DE INFORMAÇÃO DOS ESTADOS UNIDOS EH PAH FDX!!! SE EM VEZ DESSA MERDA ESCOLHESSEM CANAIS COMO A FOX, A WARNER BROTHERS, A COMEDY CENTRAL, ATÉ A LOCOMOTION, OU O VIVA eh pah QQ COISA.... era melhor........
Puderam ver uma Faceta minha de Revoltado que ainda não tinham visto... mas digam lá, mesmo Toni que sou tenho uma beka de razão ou não?
publicado por Toni, o Primeiro às 19:28

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Eu sou um gajo estranho...

Eu ainda pensei em escrever 3 artigos a dizer respectivamente : um, dois e três, mas isto era demasiado estúpido e só me comprovava como um gajo estranhíssimo e um Toni de primeiro grau (mas ao menos dava menos trabalho!). Assim vou mesmo escrever estes artigos.

Eu acho-me um gajo estranho, sempre achei, e o facto de estar a fazer este blog só o comprova pois é preciso ser muito estranho mesmo para escrever um Blog com as Brolhices (mais um maravilhoso vocábulo do vosso Toni preferido) que acontecem comigo e à minha volta... Mesmo assim vou-vos dar mais uns exemplos. Primeiro é o facto de na minha estranheza toda eu SER CONSCIENTE DISSO E NÃO FAZER NADA PARA O EVITAR (estúpido....), existe também uma outra característica que sempre achei assim um bocado estranho em mim, que é o facto de eu pensar tudo muito muito bem antes de fazer as coisas. Assim dito vocês pensam "mas isso não é nada estranho, nem mau, é bom pensar as coisas previamente para não se ser impulsivo!" se estão a pensar não perceberam o significado da repetição do muito, é que eu penso as coisas tipo com um mês de antecedência até o que vou dizer a seguir é previamente pensado (apesar de na maioria das vezes sair merda na mesma), as atitudes que tomo são pensadas, com quem é que devo falar, como devo expôr a pergunta, como é que devo cortar o bife para não dar muita cana e cortá-lo depressa, qual a ordem dos jogos que devo jogar quando chegar a casa, porque é que eu estou a escrever esta merda etc.. etc... etc... isto às vezes chega a situações tais que eu começo a treinar aquilo que deveria dizer um mês depois! (esta minha estranheza nem tem muita piada.... Mas espeeerem que ainda vem mais...) Mas a estranheza vem de cedo. Para além da história do triciclo, já mencionada noutro artigo neste Blog, cuja estranheza é já muito grande, vou-vos contar mais algumas. Uma coisa que só por si me faz um gajo bastante estranho é o facto de até ao 9º ano ter andado num colégio privado cujo nome não mencionarei por ser tão degradante que me recuso a fazê-lo. Durante a estadia nesse colégio aconteceram muitas cenas que são extremamente estranhas e que fizeram de mim o Toni que sou hoje, vou contar algumas delas. Desde cedo fui bastante maior do que os meus demais colegas, não em tamanho, (infelizmente também não em comprimento...) mas em Área de Superfície, se é que me entendem. O que me trazia algumas desvantagens, trazia-me também algumas vantagens, pois com o peso surgia um maior momento linear e consequentemente mais força (então pos moches nem se fala). Mas porquê estes pormenores perguntam vocês? e se tivessem calma caralho? ai a merda... Como peso pesado que era, aconteciam algumas cenas à minha volta que eram deveras estranhas (e que na sua maioria nem tinham nada a ver com o peso mas é na boa...) Lembro-me por exemplo de por volta da segunda classe, me ter lembrado de fechar alguns dos meus colegas à chave dentro da sala no segundo andar, e que depois de ouvir alguns berros de desespero, dei a volta e segui o meu caminho para o recreio e continuei os meus jogos de futebol. Digamos que tive alguns problemas visto que um dos meus colegas era claustrofóbico e que eles demoraram 1 hora a lembrarem-se de usar o intercomunicador que existia na sala para falarem para a secretaria. Vou ser sincero, esqueci-me completamente de lhes voltar a abrir a porta, e deu bronca mas pronto, teve piada. Outra cena estranha em mim é que, sendo gordo e portanto guarda-redes da turma claaaro, insistia em comer e defender ao mesmo tempo, o que na altura resultava, e com o meu nesquik numa mão e a bela da sandes de queijo na outra conseguia milagrosamente defender a baliza.... mas passando para dias mais recentes, mas não por isso mais felizes, de histórias que me demonstram como gajo estranho estão decerto duas ocorridas o ano passado e pelas quais sou, infelizmente, vastamente conhecido. Ambas ocorreram a caminho da paragem onde todo o santo dia apanho o autocarro da sulfertagus para a estação do pragal. A primeira aconteceu durante o verão acho eu, e enquanto me dirigia para a paragem com outros amigos meus ouvi o som de um autocarro a passar ao meu lado ao que os meus colegas disseram "olha a tua carreira!" desesperado e com toda a minha força comecei a correr sem olhar para qualquer lado de maneira a tentar chegar à paragem antes do autocarro, mas estranhamente os meus colegas agarravam-me e riam-se e diziam-me "tá quieto" foi então que me consegui libertar e correndo agora ao lado do autocarro pude ler as letras que tinha escrito: "Cercisa"... Digamos que a partir desse dia sempre que passa esse autocarro é uma grande comédia... A outra história ocorreu quando vendo o meu autocarro a subir a rua desato a correr em direcção à paragem gritando: saiam da frente! Durante um destes berros, duas míudas, vulgo PITAS, viraram-se para trás e fazendo uma cara de desdém permaneceram no mesmo lugar, ora sendo inverno como era e tendo chovido a potes uma hora antes, digamos que o chão ainda tava molhado (pronto ja tão mm a ver a história...), numa tentativa de continar o caminho tentei uma finta pela esquerda a uma das pitas e colocando o pé esquerdo na estrada, passando o direito para trás da pita e de volta colocando o esquerdo no passeio devia tê-lo conseguido. Infelizmente não previ a altura daquelas merdas de cimento que se põe no passeio para os carros não estacionarem e, numa famosa frase do Buda, "Tropecei e caí". Mas alguns anos de Pivot de andebol ensinam umas cenas, entre elas a cair, e a ficar calejado de quedas, e como tal deslizei pelo pesseio a fazer peixinho por uns belos 2 metros até que num último esforço me levantei de novo e ignorando a rizada total e a quase asfixiação de tanto rir de alguns colegas meus, continuei a correr e apanhei o autocarro. Eh pah sou estranho... mas o que é que se há-de fazer! Continuarei a colocar umas histórias estranhas por aí de tempo a tempo, e quem sabe algumas de outras pessoas...
publicado por Toni, o Primeiro às 18:35

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sorry pelo atraso...

Em primeiro lugar, gostava de vos pedir desculpas, assíduos leitores destas crónicas (se é que isso existe!), por este atraso, mas tudo tem uma explicação. Básicamente este atraso de três artigos deveu-se a na sexta, o Sapo estar tão ocupado a tirar fotocópias do seu rabo que se esqueceu de pôr a merda do site dos Blogs a funcionar minimamente bem, pelo que era impossível colocar cá qualquer artigo. Já no sábado eh pah sinceramente não me apeteceu vir cá! Domingo... Tive ocupado? :p Mas para vos compensar hoje dia 27 vou escrever 4 artigos (ainda n sei bem como :/) aqui para o Blog, dos quais este é o primeiro!
publicado por Toni, o Primeiro às 17:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Setembro de 2004

O Homem das Teorias (para competir com o Homem da Conspiração...)

Após ter visto como estava o meu pequeno blog, e comparando-o com os demais blogs extremamente populares (apesar de alguns serem feitos por crianças de 8 anos!!!!), reparei que os meus artigos são ligeiramente volumosos, e que apesar de me darem um gozo maluco de escrever e da maioria das minhas histórias serem extensas, de tempo a tempo vou tentar fazer um artigo mais pequeno (mas não prometo nada!). Assim hoje vou-vos falar de um amigo meu Austríaco que tinha umas teorias muito cómicas e que me provou que isto de ser Toni não é um fenómeno regional nem muito menos nacional, há Tonis em tudo mundo! Talvez a culpa seja nossa, visto que temos a mania que ainda somos conquistadores nos descobrimentos e que conseguimos fazer vida em qualquer país, e por isso emigramos feito pássaros para santa cona de assobio ou para lá do sol nascente como quiserem, é à escolha. Assim é normal que contagiemos o mundo com este cancro da sociedade que é a Tonice... mas continuando. Este Toni tinha uma pancada tão grande que quase se igualava a mim e por isso deu-se muito bem comigo (e pronto, lá tão vocês outra vez a fazer Filmes do caralho em casas de banho publicas e o caralho! Pervertidos de merda... eu até posso ser Toni e azarado MAS SOU MACHO Ó CARALHO!)pois os Tonis pensam da mesma maneira, assim tipo as mentes geniais (vai na volta e é tudo o mesmo!! |=-o ). Tão assim feitos parvos começámos a falar dos assuntos mais parvos que possam imaginar, e no meio disso surgiu uma primeira teoria, estúpida que nem uma porta tenho que admitir, que o Queijo estava a tentar dominar o mundo! "Este gajo não é parvo nem estúpido, precisa é de tratamento psiquiátrico e URGENTE!" pensam vocês, mas se 3 vezes ao dia (ou mais!) lhes dessem a comer qualquer coisa com quijo acho que também começavam a "delirar" como nós. Era uma teoria engraçada pois explicava muita coisa, como por exemplo por que caralho é que há queijo em todos os países, e porque é que a roda era redonda, e o porquê de considerarmos o ouro tão valioso (tem a mesma que côr que o queijo p'os brolhos que não perceberam). Isto tornou-se ainda mais problemático quando nos deram a comer Lulas com Queijo (que sabiam mal como merda sejamos sinceros...) em que nós começámos a imaginar que as lulas eram aliadas do queijo, e então surgiu a célebre frase : "You cannot destroy us, We have more arms than you do!" que sendo absurdamente otária, estúpida e nefastamente tarla, era por nós, Tonis, considerada perfeita! Depois de termos (por razões que a própria razão desconhce, ou por sermos verdadeiramente atrasados) formado a cleaning Crew, onde eu o Dry Boy estava encarregue de secar o mundo, e ele, o Clean Man, de o limpar, e de termos criado uma panóplia de vilões para a banda desenhada, descobri que ele detestava os índios, ou nativos americanos como quiserem, por terem extinto os Castores Gigantes, uma espécie de castores que tinham o tamanho de Ursos, e que construíam autênticas barragens como sua casa. Isto devia-se ao facto de o gajo achar que os castores são os seres mais desenvolvidos do Planeta pois, e isto é uma pergunta muito pertinente, quantas pessoas é que tu conheces que são capazes de construir uma casa capaz de travar um rio com os seus próprios dentes??!!! Como vêem Ele era um Original Toni, e eu também por alinhar nestas merdas... Depois admiro-me de não ter comido a Lituanesa, pois claro!, estava entretido a ser Toni! (sim porque ela estava interessada em mim... depois o cabrão do italiano é que a levou pa maus caminhos....) Já vi que não sou realmente capaz de escrever pouco nestes artigos, talvez quando tiver mais ocupado dê pa compensar. Bah SAFODA!
P. S. - Existem tOnis até na televisão, e nem sequer falo do Claudio Ramos (que esse gajo nem tem direito a ser Toni, está mesmo na fossa da cadeia alimentar assim tipo ao lado da merda, ou pior do José Castelo Branco!) mas sim dos otários da Sic Radical que podendo colocar qualquer série de ANIME nova, escolheram o DRAGON BALL Z!!!!!!! MAS ANDA TUDO ESTÚPIDO! JÁ À UNS DIAS FALANDO DE UMA GALA DE MÚSICA ROCK ANUNCIAVAM OS DA WEASEL, EH PAH E DEPOIS, EU LÁ PORQUE ME PONHO A CORRER ATRÁS DE UM AUTOCARRO DA CERCISA A PENSAR QUE É A MINHA (darei mais explicações desta toinice noutro Blog), É QUE SOU CHAMADO DE CROMO!
publicado por Toni, o Primeiro às 16:45

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2004

Finalmente um tema interessante: Meninas (para não dizer gajas) mas n vou ofender ninguem! acho eu...

Antes de passarmos ao tema própriamente dito, tenho de inserir aqui uma pequena introdução. Não só este escritor é um grande Toni, eu sou também bastante azarado, e posso comprová-lo com imensas histórias! Mas vou só deixar-vos uma... (tão merda tenho de ter mais temas pa escrever nos próximos dias caralho!) Estava eu a acordar em mais um dia de reparações da casa pelo meu pai, essencialmente porque a combinação do barulho de uma televisão aos berros com a música da abelha maia e do berbequim não é uma boa música para adormecer, e como sempre estava cheio de fome ah e de sono visto que tinha sido acordado PrecipitaDamente dO mEU LINDO E FABULOSO SONO, QUE ESTAVA A CORRER TÃO BEM!!! Mas continuando, tudo corria bem e como sempre dirigia-me para a cosinha para enfardar uma pratada de nestum de mel (BEM BOM!). Quando cheguei perto da cosinha olhei para o meu pai que estava de cima de um escadote cumprimentei-o e segui sempre olhando para ele e nunca para o chão: ESTÚPIDO! Quando dei por mim tinha acabado de espetar o meu pé num prego que estava preso a uma tábua de madeira voltada para cima... Não conto mais... digamos que dores dilacerantes é muito escasso para descrever a situação pois têm de pensar que eu tinha 3 / 4 anos e que um prego relativamente ao tamanho do nosso pé nessa idade é quase do dobro do tamanho....
Como comprovei agora, não só sou Toni como também azarado, e essas duas características combinadas fazem de mim um íman para as raparigas... Mas daqueles que as repelem completamente....... Ok não exageremos, eu tenho imensas raparigas à minha volta no dia-a-dia e grandes amizades com algumas delas mas... nos restantes casos, e naquilo que me interessava sou um autêntico repelente assim tipo Raid anti-traças... Como podem imaginar portanto, a minha vida sexual não só é reduzida... mas inexistente.... Mas isso são pormenores... Outra pormenor que gostaria de salientar, e que me torna ainda mais repelente, é a minha pancada por anime e banda desenhada, okok, hentai e sex comics pronto.... Tão contentes! Mas continuando, no outro dia pude ler uma banda desenhada que aconselho a toda a gente rapazes e raparigas chamada "As Mulheres não gostam de foder!" que apesar de ter um desenho de merda e de tar a preto e branco é realmente espectacular, e pode ser lda na Fnac em 15 minutos por ser de reduzidas dimensões. Lá o autor explica uma série de coisas que... eh pah leiam tem mais piada se lerem.
A razão de ter escolhido este tema para o artigo de hoje tem uma simples (mas imensamente importante e.. eh pah caralho vejam que vale a pena) razão: as Suecas. Aqui o Toni teve a oportunidade de nestas últimas férias ter uma perspectiva Europeia, das rozas (e reparem como uso este termo muito querido com o objectivo de tentar ganhar mais uns pontitos :p nunca se sabe...) que os pais por aí andam a desenvolver, ou seja, os diferentes exemplares femininos que existem. Por minha sorte, pude comprovar que na Noruega se fabricam muito boas raparigas, e que para meu espanto os exemplares da Lituânia são de igual graciosidade e beleza, no entanto, pude definitivamente comprovar que as Suecas estão muito à frente na Tabela por várias razões as quais não tou para descrever e por isso vou explicar com uma imagem que será colocada no final do artigo, para ilustrar a situação. Pude também descobrir que as Italianas (sejamos calões, porcos e machistas como o bom português deve ser) BOAS estão muito dispersas, mas DEFINITIVAMENTE existem, e num grau de Naughtidez (porcalhice era uma palavra muito Dura) só ficam atrás (na Europa, que nem sequer me vou referir aos States...) das suecas, o que, para o comum rapaz, são notícias deveras alarmantes uma vez que nos temos de deslocar grandes distâncias para encontrar uma densidade populacional de naughty girls elevada! Não é justo...
Mais tarde em conversações com um Sueco (e não se ponham com merdas Gay k ja me chega a Hermione (para quem não percebe esta, eu mais tarde explicarei noutro artigo)) cheguei à conclusão que, as suecas podem ser mais Naughty e na maioria Lindas e podres de boas mas são muito frias, não há cá "amo-te" 's ou "Gosto muito de ti" é rambóia pura e dura... E sinceramente não vejo mal nenhum nisso... Acho que devia ser adoptado nos outros países este novo método... Agora falando a sério (e vai ser a primeira das poucas vezes que o irei fazer) aumentei ainda mais o meu respeito e gosto pelas portuguesas, entre as quais podemos encontrar de tudo um pouco e cuja Beleza geral não fica nada atrás das demais europeias... Pena que elas não liguem grande coisa a Tonis... A sorte é que há tantos Tonis no Mundo que elas acabam por não ter outra hipótese! Não esquecendo o pormenor de que Nós Gajos estamos a extinguir-nos uma vez que o cromossoma... (Fodasse era só o que faltava começares aqui a explicar merdas científicas à parva). Enfim vou terminar este artigo que sinceramente tá uma trampa mais merdosa do que o normal (hoje não snifei o cheiro certo e a febre é nula), mas deixo-vos aqui uma amostra daquilo que se pode encontrar nos recônditos cantos das cidades da Suécia, ou seja, em qualquer lado essencialmente...
Como foi um Sueco que me mandou a imagem e ele pode ver o meu nick não convém que ponha a imagem assim à parva pk, pronto, dá muita cana... e depois ele não me manda mais! E isso seria muito mau....

Vejam a imagem em http://kingkong.no.sapo.pt/action%20%3B%29.jpg
publicado por Toni, o Primeiro às 19:39

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

Bamos lá começar...

Qual personagem digna de um romance de Eça de Queirós, também a minha "Tonice" actual é senão originada por precedentes relativos à minha hereditariedade, à minha educação e ao meio social onde estou integrado. Passo a explicar. A tonice surge um pouco por toda a minha família, desde primas que entram em estado de choque real por ouvir estalar dedos a primos que quando estão bêbados se tentam atirar para o rio e que quando os salvamos nos acusam de os tentarmos matar, a irmãos que "Kitam" renault's 5 Loreat... Há-de tudo um pouco nesta família de Tonis... Para além disso há-de ter em conta a cambada de Tonis e Jorges (aqui a instruir-vos em mais um sentido pejorativo de outro nome) que me acompanharam ao longo da minha vida escolar... Desde pessoal que pensa que é o son goku e que quando o agarram começa aos berros a tentar evoluir para super sayan, a raparigas que se mijam dentro da sala (uma jorgette neste caso, ou uma Tonita se kiserem), a Malucos que dentro de uma Universidade tentam fazer BodyBoard com uma mala vazia no chão duro e frio... Para culminar bem... é com estes TONIS todos já atrás referidos que eu convivo todos os dias! Tonis que enquanto putos, fazem bebidas de lama, folhas e formigas e as bebem... Ou que enquanto adolescentes vomitam em pé, e nos dão fintas com os olhos que nenhum computador pode simular...
Assim é mais do que normal que eu seja como sou... e para vos provar tudo isto aqui vai uma das primeiras histórias que me lembro e que perfeitamente comprovam o Toni que eu sou.
Certo dia, nos dourados dias da minha infância (e de todos essencialmente), onde nós somente comemos, cagamos, brincamos e dormimos, numa idade que rondava os três anos, decidi embarcar numa das maiores aventuras da minha vida: descer as escadas do primeiro andar para a cave! Bem isto visto assim, não é nada de especial, mas agora imaginem que eu o decidi fazer enquanto conduzia o meu belo triciclo azul metalizado da marca Chico, com umas jantes de 5 polegadas da: Chico, e manete de mudanças fixa também da Chico, essencialmente o topo de gama no que toca a Kitansos de Triciclos. Para além disto não há muito mais a contar, eu desci as escadas, quer dizer, o primeiro degrau... A partir daí rebolei por elas abaixo... Digamos que quando acordei dei por mim de cabeça para baixo com o meu belo triciclo a brilhar com a luz do candeiro que me ofuscava a vista, e com duas pequeníssimas estruturas de cor branca esmalte à minha frente, que, para quem não percebeu eram os meus incisivos....

E pronto... Por hoje é tudo, amanhã voltarei com as minhas crónicas, a ver se hoje aparece cá alguém perdido que não seja um meu conhecido....
publicado por Toni, o Primeiro às 17:26

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Terça-feira, 21 de Setembro de 2004

....

Olá a todos os tonis que por aqui no fabuloso mundo ficcionado que criaram, a Blogosfera, estão a ler o meu (ao belo estilo PIPI) "Roto" primeiro Artigo. Vou começar por vos instruir, desconhecedores do vocabulário "Toineiro" que tanto gosto de utilizar, no que significa o título deste blog. Não, o meu nome não é Toni, mas sim está ligeiramente relacionado com o fabuloso blockbuster Ninja das Caldas, e aquela entusiastica e empolgante canção "TONI TU ÉS O NINJA TOTAL!". Toni foi um vocabulário que alguns "tonis" amigos meus (e vejam como logo APROVEITO para utilizar este vocábulo, visto que dizem que temos de aproveitar tudo a bem das gerações futuras) criaram e que orgulhosamente começaram a divulgar contagiando toda a gente, como a maioria das manias "vocabulárias" estúpidas como o "Tipo" ou o "Tass". "Tanta merda para dizer Cagalhão", poderiam vocês dizer muito bem agora, visto que me estou a afastar completamente do assunto fulcral: o significado de TONI. Toni é mais uma maneira de chamar tarla, otário ou, sejamos doidos, Estúpido a alguém, e é tão simples como isso. Agora que já estão instruídos neste sentido pejorativo do Nome TONI, vou-vos apresentar o que nos próximos tempos vou deixar aqui escrito. Essencialmente, é merda... sejamos sinceros, é só uma pancada que este TONI aqui deste lado do monitor (como se algum monitor tivesse mais que um lado.....) teve num dia para escrever todas as coisas estúpidas e por vezes ligeiramente cómicas que me aconteceram e acontecem ao longo da vida. No entanto não devem encarar tudo o que escrever como real, imaginem-me como o Pai no filme "The Big Fish" (ou então mandem-me po crl e passem esta parte abixanada à frente) que conta as histórias da sua vida, exagreando sempre um pouco, ou n sendo realmente ele o protagonista delas, mas das quais a realidade é por vezes o mais inesperado. Ficam assim com um cheirinho (Não, não fui eu que me peidei seus porcos!) daquilo que este blog será e onde aparecerão as mais estranhas e bizarras histórias que eu conheço... desde dentes partidos com Shakers (sim aquela porcaria com que se fazem os cocktails meu burro) a cabelos presos em portas de Comboio, a cancelas que caem sobre as cabeças das pessoas mais inocentes... "e tudo isto sem tirar o cu do sofá!" (tão mas alguém usa o pc sentado num sofá???)
Como poderam ver o Blog vai ser mesmo uma bela trampa, por isso espero apenas que um dia apareça por cá alguém enganado no blog e que se torne no meu primeiro leitor, para além de todos os Tonis que eu conheço e que desde já vou incitar para lerem isto... ou então não.... Ah já me esquecia, de tempo a tempo são capazes de ler por cá algum pensamento inteligente, daqueles poucos que quando tou com 40 graus de febre e dou um peido me entram pelo nariz e dos quais não me esqueço por estar a dormir... é só pa avisar....

...

... AH....

.... não era nada deixem estar...
publicado por Toni, o Primeiro às 19:35

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Regresso ao Presente!

. Mais uma das minhas teori...

. Mais uma das minhas teori...

. 1 Ano de Crónicas... Estú...

. O Toni Strikes Back!

. Long time no see...

. O que Elas querem ... (LI...

. O belo do dia das mentira...

. Dia dos Namorados ou Dia ...

. Quando eu era pequenino …

.arquivos

. Julho 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Setembro 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds